Mídia - Como usar o Save the Date

Olá people,

Saimos em mais uma matéria do MSN e amei tanto as dicas que resolvi postar aqui para vocês. Para conferir a matéria original, basta acessar AQUI




Por PATRÍCIA GATTONE

Hoje em dia as pessoas estão cada vez mais cheias de compromissos e enviando convites de aniversários e eventos pela internet. Mas casamento é algo importante e merece um convite à altura. E como se não bastasse toda aquela produção gráfica tradicional e a cerimônia do ato de “convidar”, a moda agora é enviar, meses antes, um “lembrete” para que os convidados reservem a data do seu casamento: o ‘Save The Date’ (ou traduzindo, reserve a data!).

A ideia surgiu com a necessidade das pessoas se programarem com cada vez mais antecedência para os eventos sociais. Segundo Cynthia Tukahara, da Love Love Celebrations, muitos convidados acabavam viajando ou programando férias por não saberem da data especial. Bebeta Schiavini, que é wedding planer, explica: "No ‘Save The Date’ devem constar informações básicas do evento como a data - com ou sem horário - e, caso tenha convidados do exterior, é importante colocar a cidade e o país. Por ser informal, não dispensa o envio do convite, muito pelo contrário”.

Além disso, Bebeta ressalta que o ‘save the date’ é o primeiro contato dos convidados com a festa, portanto é legal colocar nele um pouco da identidade visual da festa. “No caso de um casamento clássico, por exemplo, use cores neutras e um design clean. Para casais mais descontraídos, uma imagem ou símbolo que será usado em algum momento da festa, como no menu e lembrancinhas”, afirma.

Para Thais Coelho, da Prima Donna Assessoria, o ‘save the date’ é indispensável quando o casamento é realizado em um feriado prolongado ou em época de férias escolares. “Também deve ser usado em destination weddings, ou seja, quando o casamento é na praia, campo, cidade ou país diferente”, observa.

Cynthia destaca que esse recurso do lembrete é mais utilizado em casamentos, mas nada impede de explorá-lo também para preparar os convidados para outros eventos como aniversários, chás (de lingerie, de panela, de bebê), eventos corporativos etc. “Dependendo de como será o formato escolhido, ele pode ser enviado mensalmente, criando a expetativa de que o ‘grande dia’ está chegando”, conclui.

9 dicas para usar o “save the date”

1 -Os noivos podem enviar o “save the date” de diversas formas, entre elas: via e-mail (há sites, inclusive estrangeiros, que oferecem temas maravilhosos para o convite), por vídeo na internet, cartão postal eletrônico ou enviado para a residência das pessoas, CD, calendário com as fotos do casal em cada mês, imã de geladeira, enfeite, chaveiro ou lembrete de porta.
2 - Se os pombinhos podem investir um pouco mais, a produção pode ir além: contrate um serviço de foto e filmagem e solte a criatividade.
3- Use cores fortes para destacar a data do casamento, assim os convidados não irão esquecer!
4 - Tente personalizar tudo. Quando for fazer o ‘save the date’, já tenha em mente como será o convite e todo o restante da papelaria do casamento.

5 - Se for mandar um ‘save the’ date comestível, não esqueça de enviar as informações junto – num outro papel -, ou o convidado irá esquecer a data, logo após comer o doce.

6 - Envie o ‘save the date’ cerca de seis meses antes do casamento.

7 - Aproveite para informar o site de vocês, do casamento.

8 - O casal deve investir em fotos especiais para o ‘save the date’, assim como caricaturas.

9 - Nunca envie um ‘save the date’ e não convide a pessoa depois.
Espero que tenham gostado e beijão!!!

Share this:

JOIN CONVERSATION

1 Estão Comentando: